Book info

Found In The Street (1994)

Found in the Street (1994)
Rating
3.45 of 5 Votes: 2
ISBN
0871133261 (ISBN13: 9780871133267)
languge
English
genre
publisher
atlantic monthly press
Rate book
Found In The Street (1994)
Found In The Street (1994)

About book: Jack Sutherland perde a carteira ao sair do táxi, mas a história só começa verdadeiramente quando Ralph Linderman lha devolve, uma hora mais tarde. Um acontecimento curioso e inesperado, na cidade de Nova Iorque.Jack Sutherland é ilustrador de profissão. Apesar de não ser famoso, tem bastante sucesso no seu meio de trabalho. As suas ilustrações são bastante apreciadas pela sua mulher, amigos e colegas de trabalho. Nasceu no seio de uma família com dinheiro e após ter sido preso, na sua juventude, por posse de droga na Jugoslávia, o seu pai passou a depositar todos os seus sonhos no seu irmão. Foi o seu tio que o ajudou e apoio quando se mudou para Nova Iorque.Contudo o seu passado não interfere na sua vida actual, que se revela exactamente aquilo que ele sempre quis.Natália Sutherland é a jovem esposa de Jack.Tal como ele, faz parte de uma família da classe alta. Aliás, foi numa festa entre este tipo de pessoas que ambos se conheceram. Natália apenas casou e teve a filha de Jack - cuja gravidez não foi planeada - porque ele veio do mesmo meio que ela. Jack sabe disto e aceita-o com naturalidade.Esta mulher excepcional trabalhar numa galeria de arte. Recusa-se a viver numa rotina pré-concebida e faz sempre aquilo que lhe apetece: se quiser sair até às 5h da manhã, assim o fará. E se não lhe apetecer dormir em casa, não dormirá.Apesar disto, o seu sentido de responsabilidade aumentou após o nascimento da filha e Natália telefona sempre para casa a avisar dos seus planos.Jack e Natália Sutherland vivem num apartamento invejável, na Rua Grove, em Greenwich Village. A vida de ambos não podia ser melhor. Sabem que pertencem um ao outro, mas cada qual tem total liberdade para fazer as suas escolhas e dizer o que pensa. De outra forma a relação não resultaria.Amélia Sutherland tem 5 anos. Como filha única está constantemente em busca da atenção dos pais. É uma criança faladora e bastante inteligente. Como se encontra numa idade de descobertas, está constantemente a fazer perguntas, às quais os pais,com alguma impaciência, respondem.Susanne Bewley é uma jovem muito bonita.É ela quem toma conta de Amélia a maior parte do tempo. Susanne é, por assim dizer, a sua ama informal. Jack Sutherland sabe que ela já é licenciada e que se encontra a fazer a tese. Quer-lhe parecer que tal situação já se prolonga há imenso tempo, mas tanto ele como a mulher gostam muito desta rapariga, que se veste de forma descuidada e os ajuda, para além de tudo, na lide doméstica.Elsie Tyker é uma rapariga de 20 anos, loira, de olhos azuis. A sua beleza é incomparável, pois é possuidora de uma ingenuidade e alegria capazes de dar a volta à cabeça de qualquer homem ou melhor.Nasceu no seio de uma família da classe média, numa pequena cidade, a norte de Nova Iorque. Deixou a sua terra natal a fim de procurar uma vida melhor.Como não tem formação superior vai arranjando trabalhos temporários e o mesmo acontece com as casas onde vive: vai mudando de acordo com as suas possibilidade. Actualmente serve às mesas, num café, no horário da noite e vive com uma mulher, um pouco mais velha, chamada Genieve, que diz ser a sua namorada.Ralph Linderman é um segurança de meia idade. Casou-se com 24 anos, mas a mulher acabou por o deixar para ir viver com outro homem. Ralph já não pensa na ex-mulher e sabe que a culpa do que aconteceu foi dela: uma obcecada sexual que não deu valor a tudo o que ele fez por ela. Agora com 50 anos vive sozinho, na Rua Bleecker, com o seu cão GOD (DOG ao contrário). Apesar do nome do animal, Ralph é anti-católico e despreza tudo o que está ligado à igreja. Vive isolado isolado da sociedade, facto que é agravado por trabalhar de noite e dormir de dia. Considera-se uma pessoa totalmente honesta, com um leque de boas intenções e preocupa-se excessivamente com o comportamento, que ele considera imoral, daqueles que o rodeiam.Louis Wannfeld é o melhor amigo de Natália. Conhecem-se há mais de 10 anos e apesar de ser homossexual admite, tal como ela, que foram feitos um para o outro. Numa conversa com Jack, diz que apenas não a pediu em casamento porque sabia que ela ia recusar. E a sua recusa iria dever-se ao facto de não querer estragar a relação perfeita que ambos mantêm. Louis trabalhar no sector imobiliário e vive com o seu namorado, Bob Campbell.Elaine e Max Armstrong vivem a 5 minutos do casal Sutherland e são os seus melhores amigos.Também eles têm um filho, Jason, que é 1 ano mais velho do que Amélia. Estes dois casais convivem com muita frequência.Frances Dillon é uma mulher de 26 anos que não inspira simpatia. Tem olhos de porquinho, lábios finos e uma franja irregular que lhe cai sob a testa. Mede 1 metro e 65 e pesa 63kg. Tem o cabelo castanho claro e os seios fartos. Talvez pelo seu aspecto é alvo de má língua. É associada a bairros e companhias duvidosas: diz-se que está envolvida no mundo da droga e da prostituição, até mesmo no mundo do máfia.Sylvia kinnock usa muita maquilhagem e é muito feminina. Ninguém diria que era lésbica. É amiga da Natália. Quando Amélia ainda era bebé, ambas viajaram pela Europa, sozinhas, durante 6 meses. Jack Sutherland questiona-se, mais por curiosidade do que por ciúmes, se alguma vez houve algo mais do que amizade entre elas nessa longa viajem.Marion Gill toca viola em diferentes bares para ganhar dinheiro. Leva uma vida normal e ganha o suficiente para se sustentar.Tudo lhe corre bem até que um dia algo inesperado acontece.O que é que estas personagens têm em comum? Quais são as ligações que estabelecem entre elas? É a estas perguntas que o livro responde."Achada na Rua" é mais uma obra genial de uma das maiores autoras de suspense de todos os tempos: Patricia Highsmith. Este romance de suspense psicológico foi publicado em 1986,um dos últimos livros escritos pela autora. As temáticas, que tão bem conhecemos como sendo características da sua narrativa, estão aqui presentes.A imoralidade, como não podia deixar de ser, tem um lugar de destaque. As relações entre as personagens são muito complexas e o leitor depara-se com temas como a homossexualidade, bissexualidade e frustração sexual.Mais uma vez, Patricia Highsmith mostra-nos um mundo que não é apenas preto e branco. A área cinzenta onde estas personagens habitam permite a prática de adultério, triângulos amorosos e espionagem.A prostituição é outro dos temas debatido ao longo do livro e o preconceito, demasiado evidente numa personagem em particular, é retratado através de uma escolha de palavras que nos leva, indirectamente, a conhecer um pouco melhor a mentalidade autora.Nesta narrativa impressionante, como não podia deixar de ser, tem lugar um crime horrendo, movido pelo ciúme e a morte é uma presença com a qual as personagens têm de lidar. O mundo da arte faz, como sempre, parte da vida e da maneira de ser das personagens. Também Patricia Highsmith é uma artista e como tal coloca sempre muito de si, da sua alma, nas suas obras-primas.Não sei porque é que este livro não teve tanto reconhecimento como a série "Ripley" e o "O Desconhecido do Norte-Expresso". Tal como estas duas obras, também este livro tem potencial para ser adaptado ao grande ecrã."Achada na Rua" é um dos melhores livros que alguma vez li.

Lemme add: The Talented Mr Ripley is TOPS. (Forget the 2 movie versions, tho the French bests the US). Highsm has novels stufft w goodies, but some inanities that do not work. In 'Tremor of Forgery' - where her study of relationships is keen - X is presumably killed by having a typewriter hurled at him. This act only destroys the Olivetti. I know.
1
353
download or read online
Reviews
Dan Downing
One might come to Patricia Highsmith expecting a mystery or a thriller or...something not quite on target.Certainly "Found in the Street" falls outside those categories. "A Novel of Suspense" might describe it. But Highsmith works a magic with her words, creating an atmosphere of menace without using any of the usual tools. No financial empires at risk, no thugs lurking, no violence on the side. First published in Great Britain in 1986 and a year later in the U.S., "Found in the Street" is today all the more remarkable as segments and themes have been 'borrowed' from it without making it seem passe today, and certain social attitudes which are hardly remarked upon in the book would hardly be remarkable today---but in 1986 would have been sources of great agitation in many circles. Highsmith picks a sophisticated New York City setting where in 1986 the live and let live attitude prevailed.Beyond that it becomes difficult to say much about the plot. "No good deed goes unpunished" was not a popular phrase at the time, and could be used to sum up the pervading lessons carried away from this reading. A different experience for readers even today, this title isHighly Recommended.
tENTATIVELY, cONVENIENCE
Once again, I find myself returning to Highsmith for an engrossing tale. I particularly liked this one for its focus on things somewhat 'ephemeral' to the deaths. As always, Highsmith's psychological insights are stunning. In this, written (or, at least, published) in the last decade of her life, there's a fairly sensitive portrayal of a multitude of characters in the art world & in the world of sexual variance. Most importantly, perhaps, a character that is probably usually just a periphera
Cath
Olá!Acabei de ver o filme " A solidão dos números primos" e, por coincidência, ando a ler o livro. Ainda bem que isso aconteceu. Normalmente se leio o livro antes, fico desiludida com o filme. Neste caso, adorei o filme e creio que irei adorar o livro porque me irá permitir fazer as inevitáveis comparações. Depois conto.Segunda vou para a Sicília, mas quando voltar, deixo uma nota, se bem que tenho dificuldades a inscrever-me aqui. Bom domingo.helena frontini
Review will shown on site after approval.
(Review will shown on site after approval)